SAÚDE MENTAL

       Ter saúde mental não é apenas ausência de doença psiquiátrica ( esta é somente a parte mais objetiva da dita “normalidade”). Saúde Mental é a presença de capacidades e recursos para enfrentar as dificuldades que a vida nos impõe (e não adoecer por causa disso) e viver em bem estar psíquico evidenciando assim as  nossas grandes habilidades em suportar frustrações, gerenciar conflitos e contornar as situações difíceis que nos são apresentadas.

Tem saúde mental quem se adapta bem ao trabalho, quem estabelece relações afetivas estáveis e duradouras, quem tem inteligência emocional, maturidade, autonomia, capacidade de estar só, etc. A pessoa com saúde mental sente-se bem, feliz e com alegria; tudo isso conseguido com o autocontrole, auto-eficácia, amando e sendo amado e vivendo com religiosidade, praticando exercícios físicos regulares, tendo uma vida familiar harmônica,  fazendo uma dieta equilibrada e afastando-se totalmente do uso de drogas.

Quais os profissionais que cuidam da nossa SAÚDE MENTAL?

    A saúde da nossa mente pode ser prejudicada por fatores biológicos, psicológicos, sociais, culturais e espirituais.

   Existem profissionais que trabalham para prevenir adoecimentos, promover a saúde ou tratar pessoas que já estejam necessitando de cuidados na SAÚDE da sua MENTE.

    Como a origem dos problemas psiquiátricos são multifatoriais então a assistência é sempre multiprofissional.

     Entre os profissionais que cuidam da nossa SAÚDE MENTAL podemos citar:

1-  Médico Psiquiatra.

2-  Psicólogo.

3-  Enfermeiro.

4-  Psicanalista.

5-  Psicopedagogo.

6- Terapeuta Ocupacional.

7-  Educador Físico.

8-  Nutricionista.

9-  Músico.

10-Assistente Social.

 

Melhor SAÚDE MENTAL sem ajuda profissional 

É POSSÍVEL?

Quando adoecemos da mente geralmente apresentamos uma combinação de pensamentos, percepções, emoções, sentimentos e comportamentos diferentes dos que anteriormente apresentávamos e que dificultam a realização de nossas atividades habituais. Essas alterações na SAÚDE da MENTE podem ser de intensidade leve, moderada ou grave.
Quando a intensidade do problema é leve, é possível tratar sem ajuda profissional, que é o que acontece na maioria dos casos; por exemplo se uma pessoa está em sofrimento psíquico isso é resolvido intuitivamente com a procura de uma assistência religiosa, aproximação com amigos e familiares ou com uma maior frequência em atividades recreativas.
Já em casos moderados ou graves em que a pessoa passa a não funcionar como antes em atividades do dia a dia como trabalho, estudo ou no casamento é necessário realizar como tratamento além das alterações positivas no estilo de vida, a psicoterapia e o uso de medicamentos. E nos casos moderados e graves se faz necessário obrigatoriamente a assistência de profissionais especializados como psicólogos e psiquiatras.
Se você deseja melhorar seu desempenho na vida pessoal e profissional é essencial a ajuda profissional pois esses especialistas podem facilitar em muito o seu processo em busca de uma melhor saúde mental.

Onde o PSIQUIATRA atua na área da SAÚDE MENTAL?

A psiquiatria é uma especialidade médica mas o psiquiatra pode trabalhar em subáreas dessa especialidade que são chamadas áreas de atuação.
Na área da SAÚDE MENTAL o Psiquiatra trabalha em vários campos que geralmente são:
1- Psiquiatria Forense.
2- Psiquiatria da Infância e Adolescência.
4- Psicogeriatria.
5- Psicoterapia.
6- Dependência Química.
O Psiquiatra exerce seu trabalho em consultórios de clínicas privadas, ambulatórios públicos, hospitais (gerais, psiquiátricos e de custódia), comunidades terapêuticas, abrigo de idosos, em domicílio, CAPS, em presídios e em muitos outros serviços especializados onde as pessoas apresentam problemas que interferem na sua maneira de ser, de sentir e de se relacionar com outros indivíduos.

Quais são as principais doenças que podem prejudicar a sua SAÚDE MENTAL?

1-  Depressão.

2-  Ansiedade.

3-  Transtorno Afetivo Bipolar.

4-  Esquizofrenia.

5-  Tiques.

6-  Autismo.

7-  Retardo Mental.

8-  Déficit de Atenção e Hiperatividade.

9-  Demência.

10-Transtorno de Personalidade.

11- Dependência Química.

12- Anorexia Nervosa.

13- Bulimia Nervosa.